Páginas

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

CPTM e governador eleito confirmam Expresso Guarulhos

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) divulgou nota por meio de sua assessoria de imprensa na noite de ontem esclarecendo “que não desistiu do Expresso Aeroporto”. Segundo o comunicado, “o projeto é considerado a melhor opção técnica para ligar o Centro de São Paulo ao Aeroporto de Guarulhos”.

A notícia de cancelamento do projeto Expresso Aeroporto, ligando a Capital Paulista ao Aeroporto Internacional de São Paulo/Cumbica-Guarulhos, na noite de segunda-feira, assustou os paulistas das duas cidades.

Segundo essa notícia, a falta de interesse do setor privado em investir no projeto da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) teria motivado a desistência do governo paulista. Os projetos do Expresso Aeroporto e do Trem Metropolitano (ou Expresso Guarulhos) são duas das promessas mais insistentes (e dadas como certas) da campanha tucana, durante a disputa da vaga para o Palácio dos Bandeirantes, liquidada em 3 de outubro. Tanto na Capital quanto em Guarulhos, Geraldo Alckmin, vencedor da eleição para governador em primeiro turno (com 11,5 milhões de votos), se comprometeu a fazer as obras.

Procurado para comentar a notícia de abandono do projeto Expresso Aeroporto e Expresso Guarulhos, o governador eleito, por meio de sua assessoria de imprensa, foi breve, mas ratificou sua promessa de campanha: “Reafirmo o compromisso de fazer o Trem Metropolitano de Guarulhos”.

Ainda segundo a assessoria, o Expresso Aeroporto, não contemplado na explicação, depende de alguns fatores, como a construção do Terceiro Terminal de passageiros do Aeroporto de Guarulhos. A CPTM tentou consertar a informação. Disse em sua nota: “O edital de licitação para construção do Expresso Aeroporto já está pronto e depende exclusivamente da definição, por parte do Governo Federal, quanto à implantação do Terminal de Passageiros 3, em Guarulhos”.

Perguntada sobre a falta de clareza do Governo Federal com relação ao Terceiro Terminal, a Infraero, agência responsável pela infraestrutura dos aeroportos brasileiros, respondeu: “No momento, está contratado e em andamento o projeto executivo do empreendimento (do Terceiro Terminal de Passageiros), que está sendo feito por etapas”, visando aos eventos Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016.

Ainda de acordo com a agência aeroportuária, a terraplanagem, que está na primeira etapa do cronograma de obras, “tem previsão de início em janeiro de 2011 e será realizada pelo Departamento de Engenharia e Construção do Exército Brasileiro, conforme Termo de Cooperação que está prestes a ser assinado com a Infraero”. A empresa estatal garante que a conclusão de 40% do Terceiro Terminal (Fase 1), está prevista para novembro de 2013. O restante está previsto para ser finalizado em julho de 2016.

Quanto ao investimento nas obras do Terceiro Terminal de Passageiros, diz a Infraero, serão aplicados R$ 716,6 milhões na Fase 1 e R$ 502,8 milhões na Fase 2. Enquanto não acontece a conclusão da Fase 1 da obra, a empresa prevê a instalação de três Módulos Operacionais (MOP) em 2011 e 2012. O primeiro deles, inclusive, já está contratado e em execução.


Trens – O Expresso Aeroporto, linha 14-Ônix, consistiria em uma linha direta entre a Estação Luz, na Capital, e Guarulhos. Com 28,3 km de extensão, o trajeto será realizado em cerca de 20 minutos. A tarifa máxima aprovada é de R$ 35 e a demanda inicial está estimada em 20 mil usuários/dia.

Já o Expresso Guarulhos pertenceria à linha 13-Jade da CPTM. Sai do Brás, e liga a Capital ao bairro do Parque Cecap, em Guarulhos, e depois se estende até a Estação Engenheiro Goulart, no bairro paulistano de Ermelino Matarazzo. Tem 20,8 km de extensão e a demanda inicial prevista é de 100 mil usuários/dia.

A tarifa será a mesma vigente no sistema metro-ferroviário, atualmente de R$ 2,55. A previsão de investimento total nas duas linhas é de R$ 2,386 bilhões.

Fonte: Metro News

Nenhum comentário: