Páginas

terça-feira, 6 de outubro de 2009

De Olho na Net

Microsoft nega que problema interno tenha causado vazamento do Hotmail

Empresa diz que técnica para furto de dados é a causa provável do problema

A Microsoft confirmou nesta segunda-feira (5) o vazamento de mais de 10 mil senhas das contas de e-mail do Hotmail, o mais usado do mundo. Mas a empresa nega que um problema em seu banco de dados tenha causado a exposição dos dados – a causa “provável” é um esquema de “phishing”.

Essa técnica tem o objetivo de furtar dados pessoais dos internautas, como senhas bancárias. Em geral, pessoas mal intencionadas enviam mensagens por e-mail ou programas de mensagens instantâneas (o MSN, por exemplo), pedindo que o usuário clique em um link ou faça o download de arquivos. Na realidade, essas ações podem infectar o computador e deixar vulneráveis certas informações.

Em comunicado enviado à imprensa norte-americana, a Microsoft diz que abriu uma investigação sobre o assunto e que está “trabalhando para que os usuários retomem o controle sobre suas contas”.

A informação sobre o vazamento foi divulgada pelo blog especializado Neowin.net e pela rede de TV britânica BBC.

As senhas foram publicadas por um internauta, ainda não identificado, no site Pastebin.com, um fórum em que profissionais especializados compartilham informações sobre códigos.

Os dados, que já foram removidos, estavam agrupados em uma lista com nomes que iam da letra “A” para a “B”. A BBC informa que a lista tinha 10.028 nomes.

O site diz que foram afetadas contas dos serviços @hotmail.com, @msn.com e @live.com, principalmente de usuários da Europa. (Procurada pelo R7, a empresa ainda não informou se clientes brasileiros foram afetados).

Nenhum comentário: